Conheça os 5 nutrientes que fortalecem o sistema imunológico
Ingerir certos alimentos ajuda a prevenir doenças, desde gripes até alguns tipos de câncer
Da Redação - Publicado: 21/10/2016 - Atualizado: 16/12/2017

Gengibre e cítricos para gripes e resfriados, couve e feijão para anemia - cada um tem uma receita para aquele mal-estar, fraqueza ou falta de vitaminas. A verdade é que os alimentos são a maior fonte de proteção contra as doenças e manter um corpo protegido requer atenção, principalmente hoje em dia, com todas as ofertas de lanches rápidos e prontos que são consumidos frequentemente para “facilitar” nossa vida. 

Frutas, verduras e legumes podem oferecer benefícios diferentes de acordo com sua cor, forma de preparo e propriedade. Nutrir o corpo com essas substâncias de forma balanceada ajuda a fortalecer o sistema imunológico, protetor e responsável pela manutenção da sua saúde. A nutricionista Thais Cardenas, membro do Comitê Científico do Instituto Lado a Lado pela Vida, indica 5 nutrientes que dão mais força ao organismo e reforçam o sistema imunológico. 

1.    Alicina – composto encontrado no grupo de vegetais chamado Allium, que inclui o alho, a cebola, alho-poró e a cebolinha. Parece que seus efeitos têm relação com a quantidade consumida, principalmente em estudos que avaliam o efeito protetor contra câncer colorretal. Por isso, pode-se incluir diariamente o alho como parte da alimentação.

2.    Ácido elágico, alfa-linolênico e flavonóides – os nomes são assustadores, mas esses compostos, encontrados nas nozes, as mais estudadas entre as amêndoas, podem combater o câncer. Os estudos ainda são pequenos, e principalmente em animais, e relacionados à proteção de câncer de próstata e mama. O ácido elágico é também encontrado na framboesa e no morango. No nosso intestino, esse ácido tem papel antioxidante e anti-inflamatório.

3.    Quercetina – flavonóide presente, entre outros alimentos, na maçã, apresenta propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Além disso, a maçã é excelente fonte de vitamina C e é considerada uma das principais frutas antioxidantes, protegendo as células contra “estragos”, além de prevenir o crescimento de tumores. A maçã também pode ajudar no controle de peso: alguns estudos mostram que o hábito de consumo de 3 maçãs por dia reduz a ingestão de calorias (as fibras podem ajudar nesse quesito!) e favorece a perda de quilinhos indesejáveis. 

4.    Licopeno – fitoquímico presente no tomate, aquele que dá a cor vermelha a esse fruto e a demais que conhecemos. O licopeno também é um poderoso antioxidante e existem muitos estudos relacionados com a proteção ao câncer de próstata. No entanto, existem outras variáveis que devem ser consideradas quando se fala em câncer.

5.    Ômega 3 – tipo de gordura poli-insaturada, pode ser encontrada em fontes animais e vegetais. Cerca de metade da gordura da semente de linhaça está na forma de ômega 3. A linhaça também é fonte de magnésio, manganês, tiamina e selênio. E existem estudos associados com a redução do colesterol (consumo de 3 a 7 colheres de sopa por dia). O ômega 3 pode diminuir a inflamação e trazer diversos benefícios. Mas ainda é preciso muitos estudos para concluir a quantidade, modo de consumo e fatores protetores, mesmo porque uma quantidade de 4 colheres de sopa de linhaça carrega consigo 150 calorias! Então nada de comer linhaça o dia inteiro!

Não restrinja sua dieta! É importante o consumo de uma variedade de alimentos, principalmente os de origem vegetal. Temos muitas opções, vamos ser criativos e equilibrados! Nenhum alimento ou nutriente, isoladamente, pode nos ajudar a combater doenças e melhorar a imunidade.

Apesar destes alimentos serem ricos em nutrientes e grandes protetores do corpo, é importante lembrar que uma dieta restritiva e sem a orientação médica pode causar efeito contrário, levando a diversas complicações.  

Rodape

Alimentação